Artista de Mirandópolis produz peças decorativas usadas na casa do Big Brother Brasil

Artista de Mirandópolis produz peças decorativas usadas na casa do Big Brother Brasil

Transformar metal em arte. Esse é o lema da Metalik, uma empresa de criação de obras em metal que trabalha com uma identidade própria realizando todos os tipos de formato. Toda criação e desenvolvimento dos trabalhos são feitos com chapas de aço carbono resistentes e impermeabilizadas, sendo inspirados em animais, carros, moda, pintura, música e natureza.

​Por trás dessa arte está Carlos Prando, de 53 anos, que nasceu em Valparaíso e mora em Mirandópolis há cerca de 20 anos. “Tenho formação como desenhista e projetista, com especialização em tubulação industrial. Morei muitos anos em Campinas com meus pais, onde trabalhei por mais de 20 anos com maquinário gráfico, atendendo todo Brasil”, lembra Prando.

No início dos anos 2000, com a aposentadoria do seu pai Albertino Prando, eles decidiram sair da “cidade grande” para morar em Mirandópolis em busca de qualidade de vida. “Quando cheguei aqui continuei fazendo o serviço em gráficas pelo Brasil por muitos anos. Até que em 2019, por brincadeira, comecei a fazer uns bichos em papel. Como já mexo com designer queria aprender a modelar em 3D, foi quando procurei na internet um curso e achei um profissional, em São Paulo, que oferece esse tipo de ensinamentos, pois ele já fazia profissionalmente algo parecido com o que eu imaginava”, recorda Carlos.

O artista lembra que logo que encontrou o curso apareceu um serviço no Sul do Brasil, onde ficou cerca de cinco meses e não fez o curso. “Depois de um tempo esse professor do curso me chamou me fazendo uma proposta. Ele queria que eu produzisse um cachorro de ferro, pois ele sabia que eu mexia com solda. Eu fiz um primeiro modelo deste cachorro, sendo sincero não gostei do resultado final, mas mandei e ele vendeu. Com isso foram surgindo as primeiras demandas”.

Peça produzida pela Metalik na Avenida Paulsta, em São Paulo

METALIK

Segundo Carlos Prando, depois dessas primeiras entregas, ainda em modo experimental, ele conheceu um empresário que viu seu trabalho na internet e pediu pra produzir três peças em formato de animal: gorila, girafa e rinoceronte. O artista produziu, entregou e foi um sucesso. Com o projeto dando resultado na prática, surgiu o interesse de uma pessoa em se tornar sócio, com isso fundaram a Metalik, que tem a fábrica em Mirandópolis, onde eles produzem todas as peças, e em São Paulo um escritório comercial.

“O nome Metalik é resultado de uma palavra que incorporasse o metal e por coincidência veio de uma lata de spray. Enviamos para todo Brasil, via transportadora, sendo que hoje temos quatro funcionários aqui na produção, sendo que em média as artes custam na faixa de R$ 15 mil”, detalha Prando.

Obra que está na casa do programa Big Brother Brasil, da Globo

PARTICIPAÇÂO NO BBB

A cada ano a casa do Big Brother Brasil, programa da Globo, ganha destaque pela sua decoração inovadora e moderna. Na edição deste ano, aconteceu a mesma coisa. Com detalhes que remetem às décadas de 1970, 1980 e 1990, e uma tendência bem colorida, a casa também é composta por esculturas.

“Participamos de uma exposição em Ribeirão Preto, com o pessoal da PB Arts Gallery, que já tem relacionamento com outros artistas que já tiveram artes em anos anteriores no Big Brother Brasil. Por sorte, ou destino, o Boninho esteve na exposição e gostou das nossas artes, daí acabou levando um grafiteiro, uma mulher e um tubarão que produzimos em parceria com essa empresa de Ribeirão Preto”, finaliza Prando.


                       
1719162091