‘Deus me abençoou com um trabalho próspero e é a minha obrigação ajudar quem necessita’, diz Alex Crevelaro

‘Deus me abençoou com um trabalho próspero e é a minha obrigação ajudar quem necessita’, diz Alex Crevelaro

Conversamos com Alex Crevelaro Meirellis, que nasceu em 1983, em Araçatuba. Filho do Cururu (Floriano Meirellis) e da Marialice (e irmão da Alessandra), Alex cresceu em Mirandópolis jogando futebol pelos campos e quadras. Aos 25 anos foi acompanhar os pais em Rio Preto, onde iniciou sua jornada com vendas de produtos agrícolas e na sequência trabalhando na JBS. Depois partiu para o empreendedorismo e não parou mais, hoje é diretor geral na Perfect Limp. Confira na sequência a entrevista completa.

Onde nasceu e cresceu?

Nasci em Araçatuba, mas só nasci mesmo por questões de médico e hospital, mas cresci em Mirandópolis. Tive uma infância maravilhosa, no Jardim Sampaio, onde brincávamos muito na rua, jogando bola com os amigos. Na juventude peguei a época dos famosos bailes no CAM, do Arapongas e da Ritmos. Mas o que mais gostava era de treinar futsal, inicialmente no comando do Professor Luisinho Pedroso, depois Mingau e Márcio Zanchetta. E tenho uma excelente lembrança da loja de móveis do meus pais, que se chamava Móveis Cristal (próximo aos Correios).

Quais motivos te levaram a sair de Mirandópolis?

Fui embora contrariado, aos 25 anos, porém eu tinha que seguir para Rio Preto acompanhando meus pais que estavam mudando para lá. Lembro-me como se fosse hoje, chorei muito. Antes disso, passei quase um mês morando na casa dos meus amigos Renato, Rodrigo e Riuyti Ijichi, a quem eu sou eternamente grato. Precisava antes de me mudar, terminar a faculdade, em Araçatuba.

Quando começou a trabalhar?

Comecei ainda menino ajudando meu pai na loja fazendo entregas. Depois passei ajudá-lo na outra loja, de artigos de 1,99.  Quando completei a maioridade, entrei na prefeitura como assessor de diretoria e passei por diversos setores. Quando entrei para a faculdade de Direito fui trabalhar com o ex-delegado, Dr. Natanael Pinheiro, que estava advogando. Sai de lá para ir para Rio Preto, onde também trabalhei com alguns advogados, passei por uma empresa de call center que vendia produtos agrícolas e pela JBS, onde fiquei dois anos. Na sequência comecei a trabalhar com as minhas empresas, já se passaram 11 anos que empreendi e nunca mais parei.

Poderia falar sobre a Perfect Limp?

Hoje estamos investindo pesado na Perfect Limp, inclusive expandindo o mercado pelo Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e região metropolitana. Adquirimos essa empresa muito precária, por isso estamos dando uma nova roupagem nela com investimentos específicos em modernização e transportes. Hoje atuo na empresa como Diretor Geral, coordenando e elaborando projetos. Nossos produtos são variados e estamos em plena expansão, temos linha residencial e corporativa, fabricando detergentes, desinfetantes, água sanitária, limpa vidro, amaciante de roupas, lava roupas líquido, alvejante sem cloro, limpadores perfumados, sabonete líquido e multi-uso. Em breve iniciaremos a produção de sabão em pó e em barra e sacos de lixos. Nossa matriz fica em Auriflama e temos um escritório de apoio em São Paulo, além do centro de distribuição em Campo Grande e São Paulo. Hoje a Perfect Limp conta com mais de 60 colaboradores.

A empresa apoia atletas e ações sociais?

Sim, principalmente de Mirandópolis porque a cidade nunca vai sair do meu coração. Deus me abençoou com um trabalho próspero e é a minha obrigação como ser humano ajudar a quem necessita. Além das entidades de uma forma geral, procuro ajudar no que se refere à alimentação e também as crianças autistas. Tenho uma filha autista e sei dos desafios na prática. Outros projetos de esporte também procuramos colaborar. Sempre gostei e acho uma forma muito boa de incentivar crianças e jovens.

Quer deixar uma mensagem final?

Quero deixar um grande abraço aos meus amigos de Mirandópolis de uma forma geral, seria injusto nomear cada um deles. Também quero me colocar à disposição para eventos sociais que acontecerão. Estaremos sempre na torcida pelo desenvolvimento da cidade, por isso aproveito para pedir que os governantes sempre tenham força para deixar essa cidade próspera e organizada. Por fim, mas não menos importante, deixar um beijo especial à minha esposa Daniele, que nos momentos mais difíceis está ao meu lado, assim como para a minha filha Ana Liz, meu anjinho que amo muito.


                       
1709117613