Gestão, disciplina e perseverança: Danilo Catellani lança livro contando como construiu novos hábitos utilizando o Kanban

Gestão, disciplina e perseverança: Danilo Catellani lança livro contando como construiu novos hábitos utilizando o Kanban

Em busca de técnicas de organização para aumentar a produtividade da empresa em que trabalha e o seu portfólio de conhecimentos, Danilo Catellani, de 38 anos, teve a oportunidade de estudar o método Kanban. Após aplicar essa técnica no trabalho e obter resultados interessantes, decidiu aplicar também na sua vida pessoal para construir novos hábitos e abandonar vícios antigos.

Essa história detalhada está no livro ‘Kanban na Vida – Gestão pessoal, disciplina e perseverança’, onde o mirandopolense compartilha sua trajetória mostrando que sua insatisfação pessoal foi utilizada como combustível para sair do comodismo. 

“Consegui parar de consumir bebida alcoólica, corrigi a alimentação e sai do sedentarismo, reduzindo meu peso de 132 kg para 90 kg. Amadureci como pessoa e me tornei um pai, marido e filho melhor”, detalha Catellani.

O QUE É KANBAN?

Kanban é um método popular de gestão de fluxo de trabalho Lean para definir, gerenciar e melhorar serviços que fornecem trabalho do conhecimento. Ele ajuda a visualizar o trabalho, maximizar a eficiência e melhorar continuamente. O trabalho é representado em quadros Kanban, permitindo otimizar a entrega do trabalho em várias equipes e lidar até mesmo com os projetos mais complexos em um único ambiente.

O quadro Kanban mais simples possui três colunas – “Pedido”, “Em Progresso” e “Concluído”. Quando construído e gerenciado adequadamente, ele serve como uma central de informações em tempo real, destacando os gargalos no sistema e qualquer outra coisa que possa atrapalhar as práticas de trabalho.

Antes e depois: as mudanças de hábito fizeram Danilo eliminar 42kg.
Foto: Arquivo Pessoal

A TRANSFORMAÇÃO

Nascido em 1984, em Mirandópolis, e graduado em Tecnologia em Processamento de Dados, desde jovem Danilo teve o trabalho presente em sua vida em jornadas como vendedor, office boy, escriturário, professor e programador. “A minha relação com o álcool começou na adolescência. O consumo era um hábito comum na família, mas não creio que a família tenha sido minha maior influência. Relembrando a época em que comecei a frequentar bailes e a sair para curtir a noite na cidade, percebo que foi nessas ocasiões que o álcool passou a ser mais presente na minha vida devido ao ambiente em que eu me colocava, pertencimento de grupo e conformidade alta da minha parte”, analisa Catellani.

Método Kaban sendo aplicado pelo Danilo.
Foto: Arquivo Pessoal

O autor lembra que depois de casado e sem a presença dos pais, a cerveja passou a fazer parte da lista de compras do mercado. “Comecei a consumir às quartas-feiras além dos finais de semana, frequência que perdurou até 2012, quando nasceu meu anjinho. Amanda chegou e esse fato novo me fez refletir e tentar melhorar. Tentei por algumas semanas não consumir álcool, mas fracassei, porque achava que consumir pouco não me prejudicaria, mas como esse hábito já estava enraizado em mim, o pouco foi se tornando mais e mais frequente, até que voltei ao nível de consumo anterior e segui dessa forma até 2019. Vale ressaltar que minha esposa não bebe nada de álcool”, revela.

Em 2020 e 2021, Danilo lembra que a situação piorou, não sabendo dizer se foi em decorrência da pandemia ou se foi por ficar mais tempo em sua casa, um lugar onde o hábito de beber estava mais presente. “Ganhei muito peso, fazer atividade física nunca foi meu forte. Para mim, isso sempre foi feito por necessidade, tentei encontrar algo que me desse prazer, mas era muito superficial essa sensação. Trabalho sentado o dia todo, portanto é necessário fazer alguma atividade física”.

Entre os fatos que motivaram essa mudança, Danilo comenta que ganhou um livro do irmão, que foi o ‘O Poder do hábito’, e a leitura ajudou neste processo porque ele utilizou alguns conceitos do livro para definir os rumos do projeto. “Além de recomendar a leitura e o estudo, a família é algo muito importante nesse processo. Algumas pessoas precisam que algo muito impactante aconteça para mudar o seu estilo de vida. No meu caso, no entanto, não precisei passar por isso. Com tudo que a vida me deu de conhecimento e experiência, decidi que estava na hora de viver melhor”, completa Catellani, que detalha todo processo de mudança no livro que está disponível para venda na internet (veja aqui).

Danilo com a família. Foto: Arquivo Pessoal

                       
1719170561