Região de Araçatuba registra mais de 1,4 mil casamentos nos primeiros cinco meses do ano; Mirandópolis teve 42 matrimônios

Região de Araçatuba registra mais de 1,4 mil casamentos nos primeiros cinco meses do ano; Mirandópolis teve 42 matrimônios

Foto: Imagem de prostooleh no Freepik

Uma análise da Fundação Seade indica que foram realizados, até maio de 2023, 1.458 casamentos civis na Região de Araçatuba, sendo 1.440 entre pessoas de sexos diferentes e 18 entre pessoas do mesmo sexo. Segundo o levantamento, em Mirandópolis de janeiro a maio foram registrados 42 casamentos civis, todos entre homens e mulheres.

Em maio de 2023, foram realizados 19.269 casamentos civis no Estado de São Paulo, número 5,7% menor do que no mesmo mês de 2022, quando foram registrados 20.435 registros civis no Estado. 

Ao contrário do que foi observado ao longo de 2022, quando oito dos doze meses apresentaram alta no número de casamentos civis em relação ao ano anterior, o ano de 2023, até o momento, vem demonstrando redução ao longo dos meses em relação ao mesmo período de 2022.

EM ARAÇATUBA

Araçatuba registrou queda de 20% nos casamentos nos primeiros cinco meses do ano, se comparado com 2022, levando em consideração os dados de análise divulgada pela Fundação Seade.

Segundo o levantamento, de janeiro a maio a cidade registrou 440 casamentos civis, média de 88 uniões formalizadas por mês.

Em todo ano de 2022, a cidade teve 1.325 casamentos oficializados, média de 110,4 por mês. O levantamento aponta ainda que do total de casamentos registrados nos primeiros cinco meses do ano na cidade, sete foram entre pessoas do mesmo sexo. No ano passado, a cidade teve 35 uniões entre pessoas do mesmo sexto formalizadas, o que corresponde a quase o dobro, considerando a média mensal.Também foram registradas uniões entre pessoas do mesmo sexo na região, as cidades de Birigui (4), Andradina (1), Penápolis (2), Guararapes (1), Buritama (2) e Itapura (1).


                       
1709050708