Em live, Sodario diz ter recebido ameaça de morte do atual prefeito de Mirandópolis

Em live, Sodario diz ter recebido ameaça de morte do atual prefeito de Mirandópolis

Foto: Reprodução Facebook

Em um vídeo, ao vivo, de quase uma hora publicado em sua página no Facebook no dia 1º de setembro, o ex-prefeito de Mirandópolis, Everton Sodario (Patriota), afirmou que recebeu ameaça de morte do atual Chefe do Executivo, Ademiro Olegário dos Santos, o Mirão (PSD). 

Na live, Sodario iniciou criticando Mirão por ter feito um decreto de contingenciamento dos gastos públicos ao reduzir horários de atendimentos em diversos setores da Prefeitura, com início no dia 4 de setembro. 

Ao se referir sobre os diretores de Planejamento, Caio Henares, e de Agricultura, Artur Matos, o ex-prefeito falou em decepção por nenhum deles terem o defendido em uma eventual briga envolvendo um familiar do prefeito Mirão durante a festa de rodeio da cidade. 

“E eu não fiz boletim de ocorrência contra a irmã do prefeito. O prefeito teve a coragem em seu vídeo, dentro da prefeitura, usar a máquina pública para atacar vereador e dizer que ele estaria no presídio”, disse Sodario, que completou dizendo que Mirão chegou a afirmar a pessoas próximas que andava armado para, caso o encontrasse, tiraria sua vida. 

“Ele dizia para os outros que estava com tanta raiva de mim que estava andando armado para se me encontrasse talvez até tirar minha vida. Eu recebi ameaça de morte do atual prefeito”, revelou Sodario. 

Sodario prosseguiu seu vídeo cobrando diversas explicações de Mirão como, por exemplo, emendas parlamentares que teriam sido destinadas ao Município, bem como veículos da Saúde, e que não estariam sendo usadas pela Administração. 

“Eu que fui o cabeça da chapa. O senhor ganhou duas vezes para vice-prefeito. O senhor nunca foi eleito prefeito. Quem foi eleito prefeito, fui eu”, disse Sodario em seu vídeo. 

O ex-prefeito não disse se registrou boletim de ocorrência contra Mirão a respeito da suposta ameaça. A reportagem tentou contato com o prefeito Mirão para se manifestar sobre as acusações de Sodario e, até o fechamento desta edição, não obteve retorno. O espaço para resposta continua aberto. 


                       
1719164732