Amantes do esporte, mirandopolenses criam time master de vôlei

Amantes do esporte, mirandopolenses criam time master de vôlei

Foto: Divulgação

A prática esportiva não tem idade e pode contribuir para a socialização e preenchimento saudável do tempo. É com esse pensamento que algumas amantes do esporte decidiram se juntar para criar um time master de vôlei feminino em Mirandópolis.

“Nos jogamos vôlei na infância e juventude, entre alguns treinadores que tivemos estão nomes como Fumagali, Sueli Trombeli, Rizzo, Cezar Douglas, Willian Freire e mais recentemente o Diogo”, lembra Camila Maritza Van Der Laan, de 38 anos.

Ela explica que os treinamentos do time master começaram no ano passado, sendo que ao menos duas vezes por semana treinam (quinta e sábado) para manter o ritmo. “Além de condicionar o físico, está servindo para alimentar o nosso lado emocional. Quando estamos em quadra deixamos de lado algumas dificuldades do dia a dia, isso ajuda demais. Sem contar que auxilia em criar novos laços e manter as antigas amizades”, comenta Camila.

DISPUTA EM BILAC

No dia 24 de setembro, a equipe master de vôlei feminino de Mirandópolis disputou um quadrangular na cidade de Bilac, ficando na terceira colocação. Entre as empresas que apoiaram o time na competição estão: Divapi Pneus, RR Caixinha do Povo, Gilberto Eletricista, Registro de Imóveis do Brasil (Aline Ceccato Canova), Cacau Show Mirandópolis, Alemao Imports, Call Cred, Ordine Persianas e Academia Corpo e Ação. Assim como o departamento de Esportes de Mirandópolis.

COLABORAÇÃO

Quem tiver interesse em ajudar a manter o projeto, que tem gastos com uniformes e viagens para disputa de campeonatos, pode falar com Suelen Santos, no contato (18) 99124-5725. As informações sobre o time são divulgadas no perfil Vôlei Master Mirandópolis no Instagram.

“O projeto não é uma escolinha de vôlei, pois não temos técnico, mas sim um grupo de amigas que utiliza o que o esporte pode proporcionar de melhor, que é oferecer um melhor condicionamento físico para as praticantes e a socialização nos treinos e jogos”, explica Camila, que complementa informando que o grupo está aberto para receber novas praticantes que justamente tem esse objetivo de usar o vôlei para ter uma vida melhor.


                       
1709058127