ILAN define primeiras ações do ano para divulgar o liberalismo econômico

ILAN define primeiras ações do ano para divulgar o liberalismo econômico

Foto: Divulgação

O Instituto Liberal da Alta Noroeste (Ilan) definiu as primeiras ações deste ano visando divulgar o liberalismo econômico. Estão programados ao menos 10 eventos presenciais, sendo os três primeiros entre fevereiro e março. No dia 29 do mês que vem, será realizada a palestra “Bitcoin, belo e moral”, com o especialista em mercado de capitais, finanças estratégicas e políticas públicas, Renato Amoedo.

Em março, em datas que estão sendo definidas, serão realizadas duas ações. Uma delas, com a presença de Leticia Perfeito, Ygor Gomes, Henrique Rayan Júnior Souza, representantes da União Juventude e Liberdade (UJL). De acordo com o idealizador do evento, Guilherme Penteado Coelho Filho, membro do Ilan, a intenção é chamar a atenção de jovens secundaristas e universitários de Araçatuba e da região para o movimento libertário que está crescendo em todo o Brasil.

E para o segundo semestre, a entidade também pretende realizar debates com candidatos a prefeito de Araçatuba e Birigui. “Queremos contribuir com a cidadania, questionando os candidatos sobre as suas visões quanto à interferência dos governos nas vidas dos cidadãos, e os seus planos para o desenvolvimento dos municípios e da região como um todo”, afirma o presidente do Ilan, Rodrigo Andolfato. 

“De forma geral, o Ilan quer mostrar à região que o liberalismo é um caminho inteligente e viável para a construção de uma sociedade próspera. Para isso, além dos eventos, dispomos de cursos para a formação de lideranças que estão alinhados com a escola liberal austríaca, que é o berço dessa vertente econômica. E assim, esperamos continuar crescendo no ritmo de 2023, quando mais do que dobramos o número de filiados, sendo hoje mais de 100”, conclui Andolfato.

O ILAN

O Instituto Liberal da Alta Noroeste (Ilan) foi criado oficialmente em 2016. Os pioneiros buscaram conhecimento em várias entidades Brasil afora e algumas internacionais, incluindo o Instituto Mises Brasil, para difundir regionalmente as ideias de Ludwig von Mises, e a sua “Nova Economia Subjetivista”, que entenderam responder às questões econômicas e mercadológicas do dia a dia do cidadão brasileiro.

A entidade divulga e defende o liberalismo econômico, tanto as suas diversas vertentes teóricas quanto as vantagens dos seus princípios e agendas para a sociedade. Para isso, fomenta reflexões e debates em eventos, como palestras e cursos, por assim como por meio do compartilhamento de obras relevantes e debates em grupos virtuais.


                       
1709111147