Após jogar em clubes tradicionais do futebol, Fabricio Carvalho brilha na área da comunicação e do marketing em Andradina

Após jogar em clubes tradicionais do futebol, Fabricio Carvalho brilha na área da comunicação e do marketing em Andradina

Foto: Divulgação

Conversamos com Fabrício Carvalho, que nasceu em 1978 na cidade de Andradina. Depois de jogar em clubes tradicionais de futebol como São Caetano, Ponte Preta, Goiás e Portuguesa, o andradinense voltou para sua terra natal depois da aposentadoria dos gramados. Atualmente com sua empresa de comunicação e agência de publicidade, a FCwebtv, Fabricio Carvalho brilha na apresentação de eventos, produção de conteúdo em eventos esportivos e em uma rádio local. Confira na sequência a entrevista completa.

Como foi sua infância?

Foi muito difícil, meus pais se separaram, foi uma luta travada com a realidade da época. Tenho dois irmãos por parte de mãe e três irmãs por parte de pai. O que recordo é que a minha mãe me deixava com meus avós para poder ir trabalhar, isso acabou me marcando.

Estudou em Andradina?

Sim, fiz o primário e ensino fundamental em Andradina, em escolas públicas. Apesar que meu desejo maior era jogar bola, nunca deixei os estudos. E hoje vejo que foi uma boa escolha, pois de certa forma me ajudou na formação como filho e cidadão.

Sempre gostou de futebol? Qual era sua relação com o esporte?

Sempre fui apaixonado por futebol, quando tinha nove anos comecei a treinar em escolinhas de futebol em Andradina. Sem dúvida estar envolvido no esporte me ajudou na formação como cidadão.

Como iniciou no futebol?

Iniciei fazendo avaliações em clubes, mas preciso confessar que no começo não tive muito sucesso, com isso comecei a jogar profissionalmente em Andradina 

Quais clubes jogou profissionalmente?

Foram vários, mas iniciei profissionalmente no Andradina, conforme falei, mas depois surgiu uma oportunidade de me aventurar no Uruguai, isso em 1998. Fiquei jogando lá por dois anos e confesso que foi uma ótima experiência. Depois joguei no União Barbarense, Ponte Preta, Bragantino e Portuguesa. E claro, defendi as cores do São Caetano, clube que acredito que foi com maior destaque, onde fomos campeão Paulista, em 2004.

Foto: Arquivo Pessoal

Já pensava em morar em Andradina após parar de jogar?

Sim, pois era na minha cidade Natal que queria me enraizar. Gosto de lugar pacato e por isso a decisão foi de me manter por aqui, em uma cidade interiorana.

Como foi sua experiência como diretor de esporte/cultura?

Foi uma experiência especial, pois abriu a minha mente para outra vertente profissional. Confesso que no inicio, depois da aposentadoria, a minha cabeça só era futebol, por conta de toda uma carreira de sucesso. Com isso tentei ser empresário de jogador, mas foi complicado, então tive a oportunidade de ingressar na gestão pública, e com certeza abriram novos horizontes na minha vida.

Quando surgiu a ideia da FCwebtv?

Após essa experiência na cultura me motivei a exercer meu lado comunicativo, que naturalmente se aflorou com as produções de festivais de música que liderei frente ao cargo que eu exercia com a política. Com isso montei a FCwebtv, que é uma emissora de TV virtual e agência de publicidade. Trabalhamos na gestão de mídias sociais de empresas e produções de vídeos comerciais, e desde o ano passado temos trabalhado com afinco na cobertura e promoções de eventos esportivos.


                       
1709111001