Às mães

Às mães

Foto: Templário de Maria

É impressionante a força de um livro, assim como é impressionante a força dos santos. E quando se junta a capacidade da escrita com a santidade, saem coisas magistrais. Foi essa a experiência que tive nesta semana ao ler um trechinho do Tratado à verdadeira devoção à Virgem Maria, de São Luís Maria Grignon de Montfort (1673-1716), livro muito lido ultimamente.

No capítulo IV se lê: “essa devoção consiste em dar-se todo inteiro à Santíssima Virgem, para também dar-se todo inteiro a Jesus Cristo por meio dela. É necessário dar-lhe: 1º) nosso corpo, com todos os seus sentidos e membros; 2º) nossa alma, com todas as suas potências; 3º) nossos bens exteriores, chamados pelo nome de fortuna, presentes e vindouros; 4º) nossos bens interiores e espirituais, que constituem nossos méritos, virtudes e boas obras, passadas, presentes e futuras”.

Mais claro, impossível. As palavras caíram em mim repletas de significado, esperança e luz! Tudo claro e límpido, tudo tão certo fazer… De repente, pontos mais anuviados da vida receberam um feixe de luz… Aquele projeto que não anda, aquela organização que não sai, aquele imbróglio que não se desfaz, aquela tristeza que aparece de repente, para tudo isso surgiu um remédio, cuja receita os santos conhecem e prescrevem: a entrega de si mesmo a Cristo por meio da Mãe de Cristo.

Quem sabe noutro texto tratemos mais sobre isso…..Mas como domingo (12) é dia de costumeiramente encontrarmos nossas mães, ligarmos para elas, dar-lhes presentes, carinho e abraços, por hoje fica o lembrete, dado pela Igreja e referendado tão belamente por São Luís de Montfort: ofereça hoje mesmo sua vida a Nossa Senhora e comece a pensar seriamente em consagrar-se a Ela, e junto consigo, também os seus bens, projetos, trabalho, capacidades, familiares e sua mãe. E com todas as forças da alma, clame a Ela que por nada deste mundo, nem você nem sua mãe percam a graça da salvação eterna! Que dádiva mais esplendorosa será encontrar nossas mães lá no Céu, gozando das alegrias mais sublimes! Não há presente maior e o caminho é esse, ensinado pela Igreja e trilhado pelos santos.

Que a Virgem Santíssima, que não desampara nenhum de seus filhos, interceda por nossas mães e pelo mundo inteirro!


                       
1716483081