Suicídio: eu escolho a vida (parte 2)

Suicídio: eu escolho a vida (parte 2)

Foto: FreePik

Estamos em mais um encontro, e se você perdeu o primeiro texto, clique aqui e veja a parte 1, vai ser crucial para entender essa continuação. O assunto é muito importante, vale uma vida, por isso a importância de ler e enviar para quem você ama. Não deixe para depois, pode ser tarde demais.

OS PROBLEMAS

Os problemas, quem não tem? Já parou para pensar que os problemas não acabam, e o interessante é que vem de todos os lados. Por exemplo, quando resolvemos o problema da família, vem o problema no trabalho, e por aí vai.

Mas qual a solução de todos os problemas? Não existe. E o acréscimo dessa verdade é que todos nós temos problemas, sim, todos, os pobres e os ricos, os altos e os baixos, os crentes e os ateus. A primeira verdade que temos que saber é que “Deus não te dá um fardo que você não possa carregar”.

“As tentações que vocês têm de enfrentar são as mesmas que os outros enfrentam; mas Deus cumpre a sua promessa e não deixará que vocês sofram tentações que vocês não têm forças para suportar. Quando uma tentação vier, Deus dará forças a vocês para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela.” – 1 Coríntios 10.13.

VOU FUGIR DOS PROBLEMAS

É o caminho mais fácil? Será? Porque aprendemos tão cedo a ‘fugir’ dos problemas e não optamos a resolvê-los rapidamente. Você sabia que um problema não resolvido ou mal resolvido nos torna refém dele? 

Salomão escreveu: “Começar uma discussão é como abrir brecha numa represa; por isso resolva a questão antes que surja a contenda.” – Provérbios 17:14.

É claro que eu sei que não é fácil fazer isso, tem problemas que causam muitos estragos e abrem feridas difíceis de cicatrizar, mas para isso temos uma solução também, cremos em um Deus especialista no assunto, como está escrito em Mateus 19:26, Jesus disse: “Para o homem é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis”.

NÃO QUERO SER O PROBLEMA

Isso já passou pela sua cabeça também, não é? Sabe o que é isso? O resultado do peso que você está carregando, atrelado às pessoas que você ama, isso se chama consideração, e eu admiro quem pensa assim, mas tenho que te dizer do fundo do meu coração, esse pensamento não está correto!

Pensa comigo, qual o maior problema para quem você ama: “Ver você vivo se levantando para resolver os problemas ou conviver com a culpa de vê-lo tirar a própria vida?”.

Esse assunto chega a ser indiscutível, o problema só vai aumentar com a sua ausência, independente qual seja o problema que você acha que está causando, enquanto há vida, há esperança, mas com a morte, não há mais nada que possa ser feito.

“Mas, enquanto se vive neste mundo, existe alguma esperança; porque é melhor ser um cão vivo do que um leão morto.” – Eclesiastes 9.4.

PEGA A VISÃO DE SALOMÃO

“É melhor ser um cão vivo do que um leão morto”. Problema a gente resolve, não há motivo para se desesperar. Por mais ‘problemático(a)’ você se julga ser, é melhor um(a) ‘problemático(a)’ vivo, do que uma pessoa ‘sem problemas’ morta. A sua imperfeição se completa em Deus – “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” – 2 Coríntios 12:9.

DESABAFE!

Para finalizar essa segunda parte quero te pedir uma coisa, não guarde tudo para você! Desabafe com alguém, esvazie o problema que te pressiona, todos nós precisamos desabafar, as vezes até mesmo com quem não conhecemos, porém, se mesmo assim achar que não tem ninguém, fale com Jesus, aí e agora, a Sua Palavra nos garante que Ele é fiel para te ouvir: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” – 1 Pedro 5.7.

Jesus está disponível 24 horas por dia, basta direcionar as suas palavras a Ele, não precisa de formalidades, pode ser do seu jeito, Ele te entende e te conhece, mesmo antes de você nascer.

BUSQUE Á DEUS HOJE E ABANDONE ESSE PENSAMENTO, DIGA:  EU ESCOLHO A VIDA!

Quem Deus te abençoe!


                       
1718942925